Origem e Objectivos

O Projecto Siddhartha tem a sua inspiração e início em Kyabje Kangyur Rinpoche, um dos mais conceituados Mestres tibetanos do século XX. No início da década de sessenta, Rinpoche instalou-se com a sua família em Darjeeling, na Índia, e fundou um pequeno mosteiro com a intenção de acolher os numerosos órfãos da comunidade tibetana exilada, pois muitos tibetanos não conseguiam sobreviver às condições de vida extremamente duras com que se depararam quando chegaram à India. Sendo um excelente médico tratava também dos doentes e idosos da sua comunidade.

Após o seu falecimento em 1975, os seus filhos, dando continuidade à visão de seu pai, fundaram o Projecto Siddhartha com o objectivo de apoiar grupos ou pessoas carenciadas da região dos Himalaias e proporcionar-lhes ajuda financeira e instrução para as suas crianças. Desta forma, tem sido possível oferecer a estas crianças uma educação tradicional que lhes permita manter e preservar a sua identidade cultural.

Em sânscrito, Siddhartha significa “Aquele que atingiu o seu objectivo”. Era o nome de um príncipe indiano que aos 36 anos ficou conhecido como Buddha, o Iluminado.